Hormônio TSH (Tireoestimulante)

Nesse artigo, vamos falar sobre o hormônio TSH, ou hormônio Tireoestimulante (traduzido do inglês, Thyroid-Stimulating Hormone, de onde surge sua abreviação, TSH), também conhecido simplesmente por tireotrofina. Esse é um hormônio bastante interessante e obrigatoriamente avaliado por exame de TSH laboratorial quando pesquisamos doenças da tireoide.

Vamos conhecer mais um fantástico hormônio do nosso corpo?

O que é o TSH?

Hormônio TSH Hipófise

Localização da Hipófise, na base do crânio: é nessa região que o hormônio TSH é produzido e liberado na corrente sanguínea. Adaptado de “What the hypophysis looks like“, do Johns Hopkins Pathology.

Se você tem interesse, já comentamos sobre hormônios em um outro artigo: “O que são hormônios?” Vale a pena dar uma lida para se inteirar no assunto, antes de continuarmos. Resumindo, o TSH, sendo um hormônio, é uma substância capaz de desempenhar uma função num local distante de onde ele foi produzido, em nosso corpo.

O TSH é um hormônio do tipo glicopeptídeo, secretado através de células específicas chamadas de tireotrofos, que ficam localizadas na parte anterior (da frente) da glândula hipófise. É nessa região que também são produzidos outros 5 hormônios bastante conhecidos: a Prolactina, o GH, o ACTH, o FSH e o LH, dentre outras substâncias e hormônios.

Qual a função do hormônio TSH?

Só pelo seu nome, você já pode ter uma ideia da função do TSH em nosso corpo: ele é o hormônio que estimula a tireoide. Isso significa que, após ser liberado lá na glândula hipófise, ele cai na corrente sanguínea e chega na tireoide. A tireoide é organizada em milhões de pequenos folículos (como se fossem “bolinhas” de células cheias de líquido e moléculas dentro), responsáveis por captar iodo e produzir outros dois hormônios importantíssimos na nossa vida: o T3 (triiodotironina) e o T4 (tetraiodotironina).

Quando o TSH chega na tireoide, ele se liga ao chamado receptor de TSH, presente nas células foliculares. Após ativar esse receptor, as células dos folículos ficam mais ativas, produzindo e secretando mais hormônios tireoideos.

Desse modo, a principal função do TSH nada mais é do que regular a produção de hormônios tireoideos. Quando temos muito TSH circulante, mais T3 e T4 são produzidos e liberados na corrente sanguínea. Em contrapartida, quando temos pouco TSH circulante, menos T3 e T4 são produzidos e secretados.

Regulação do TSH: o Eixo Hipotálamo-Hipófise-Tireoide

Quando o assunto são hormônios, geralmente sempre temos uma interligação entre essas substâncias, uma regulando a outra. Com o TSH, não é diferente. O TSH faz parte de uma hierarquia muito conhecida em nosso corpo: o eixo hipotálamo-hipófise-tireoide. Esse eixo não é o objetivo desse artigo, mas vou falar dele rapidamente, para que você possa entender melhor o TSH.

O Hipotálamo é uma área do cérebro que também secreta hormônios, a maioria deles responsáveis por controlar a secreção de hormônios da Hipófise. Sendo assim, o Hipotálamo produz o hormônio TRH, ou Hormônio Liberador de Tireotrofina. Como o nome também já diz, esse hormônio é responsável por estimular a liberação de TSH. Quando estamos falando de um indivíduo saudável, um TRH aumentado quase sempre vai significar, portanto, TSH também aumentado e, em contrapartida, aumento de T3 e T4 no sangue.

Em contrapartida, esses próprios hormônios conseguem se regular: se nós temos muito T3 e T4 no sangue, esses irão circular até o Hipotálamo e a Hipófise e reduzir diretamente a produção desses hormônios! É assim que nós conseguimos manter o controle da quantidade desses hormônios em nosso corpo.

Eixo Hipotálamo-Hipófise-Tireoide

Este é o eixo hipotálamo-hipófise-tireoide: perceba que o hormônio TRH é produzido no Hipotálamo, desce para a Hipófise estimulando TSH, que, na tireoide, vai estimular a produção de T3 e T4. Adaptado de Healthwise.

 

Exame de TSH: valores de referência

Quando fazemos um exame de TSH, os valores normais, para a maioria dos laboratórios, variam entre 0,5 a 5 mU/L.

TSH e T4 livre

Quando solicitamos um exame de TSH, ele praticamente sempre deve ser acompanhado da análise do T4 livre, ou seja, o hormônio tireoideo T4 circulante no sangue na forma livre (não ligada a moléculas transportadoras).

Isso é necessário porque, assim, nós podemos entender o que está acontecendo em dois pontos diferentes do eixo hipotálamo-hipófise-tireoide, do qual comentamos logo acima. E são esses dois exames que nos permitem avaliar a fonte de doenças envolvendo esses hormônios: se eles estão na tireoide, no hipotálamo ou na hipófise, ou se ainda podem existir outras causas envolvidas, como uso de medicamentos.

TSH baixo

Se você entendeu a explicação sobre a função e a regulação do TSH, logo acima, fica mais fácil entender o que um exame de TSH baixo pode significar. Como dito, um aumento de T3 e T4 no sangue levam à redução do TSH. Isso porque, se temos muito T3 e T4, não precisamos de mais TSH, que estimularia ainda mais T3 e T4!

É por isso que o TSH baixo é encontrado em pacientes com hipertireoidismo, uma condição em que há aumento excessivo da produção de hormônios tireoideos: T3 e T4.

Abaixo você encontra, rapidamente, quais podem ser as causas de um TSH baixo, de acordo com os resultados do T4 livre:

  • TSH baixo com T4 livre normal: hipertireoidismo subclínico (em fase inicial, antes de apresentar sintomas), uso de medicações, tratamento inicial do hipertireoidismo ou uso de Levotiroxina (medicamento para reposição do hormônio T4) em dose supressiva.
  • TSH baixo com T4 livre baixo: hipotireoidismo central (ou seja, causado por algum problema a nível de hipófise ou hipotálamo) ou, mais raramente, tireotoxicose T3 ou doenças não-tireoidianas envolvidas.
  • TSH baixo com T4 livre alto: hipertireoidismo.

TSH alto

Em contrapartida, se temos uma falta de hormônios tireoideos circulantes na corrente sanguínea, estamos estimulando mais TSH a ser produzido, na tentativa de fazer esses hormônios tireoideos subirem de volta para o seu nível normal.

Portanto, um TSH alto é visto em pacientes com hipotireoidismo, ou seja, quando temos algum problema tireoideo que leva à diminuição da produção desses hormônios.

Abaixo, vamos falar agora as prováveis causas de um TSH aumentado, de acordo com os resultados do T4 livre:

  • TSH alto com T4 livre normal: hipotireoidismo subclínico (fase inicial, ainda sem sintomas), doença auto-imune ou uso irregular de Levotiroxina, quando indicada.
  • TSH alto com T4 livre baixo: hipotireoidismo.
  • TSH alto com T4 livre alto: tumor produtor de TSH, resistência a hormônios tireoidianos, doença auto-imune ou uso de medicações.

É fácil perceber que a correta avaliação dos resultados da dosagem de TSH laboratorial só pode ser feita por um médico Endocrinologista ou clínico-geral bem capacitado para lidar com tais situações. Sendo assim, é importante que você procure um médico que possa interpretar o resultado dos seus exames, antes de qualquer conclusão precipitada. Esse artigo é apenas um guia para que todo o público que acessa o MedSimples possa aprender mais sobre a maquinaria do seu corpo, como nosso organismo funciona e os porquês de os médicos solicitarem exames como o TSH.

Jejum para exame de TSH

Assim como outros exames de sangue, o TSH também requer jejum. Nesse caso, realize um jejum de pelo menos 3 horas e que não deve ultrapassar o limite máximo de 14 horas. Esse jejum para exame de TSH não é o mesmo do exame apenas de T3 e T4. Se esses forem solicitados de maneira isolada (sem o TSH), não é necessário o jejum.

Leia também: tudo sobre o jejum para exames de sangue

Espero, como sempre, ter ajudado e até a próxima!



Atenção: o MedSimples é um site de caráter informativo e educativo, não substituindo, em nenhum momento (nem com os artigos, nem com as respostas de comentários) uma consulta médica, sendo esta primordial para se realizar um diagnóstico, tratamento e acompanhamento adequados de qualquer paciente.

21 Comentários

  1. Yumi

    Boa noite Alan,
    Resolvi fazer um check-up anual, e um dos exames que fiz foi o exame de urina, que para a minha surpresa veio com o nivel de TSH indicando primeiro trimestre de gravidez.
    Tomo pilula anticoncepcional e nunca atrasei um comprimido mais de algumas horas.
    Fiz dois testes de farmácia e deram negativo. O exame de urina foi feito na ultima semana da minha cartela, e o teste de farmacia no ultimo dia da cartela.
    Pode haver um falso positivo? O anticoncepcional pode alterar os niveis desse hormonio?
    obrigada!!

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá Yumi. Você tem certeza de que o exame que realizou foi a quantificação do TSH? O exame de TSH é habitualmente um exame de sangue e, portanto, demanda uma punção venosa para tal. Além disso, não é utilizado para saber se você está grávida ou não. Para isso, solicite um exame beta-HCG, que tirará sua dúvida. 🙂

      Espero ter ajudado e obrigado por comentar!

  2. Joselice de O. Sousa Nunes

    Olá Alan.
    Estava estudando sobre os efeitos dos benzodiazepínicos e me deparei com o portal MedSimples.
    Gostei bastante.
    Joselice

  3. Cleonice Augusta Nunes

    Boa noite!! O Resultado do Tsh nos meus exame sempre foi alto no último exame deu abaixo do valor de referência, isso significa q passei de hipo para hiper? E isso acontece pq?

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá, Cleonice. Isso provavelmente acontece porque a dose do seu medicamento (Levotiroxina) está maior do que a necessária. Converse com o seu médico ou sua médica para que ele(a) possa reduzir a dose de maneira eficiente para manter os níveis de TSH dentro da faixa do normal, nem para mais, nem para menos. Isso não significa que você agora tem Hipertireoidismo, só significa que sua dose do medicamento está mais alta do que deveria.

      Espero ter lhe ajudado e boa sorte! 🙂

  4. NOELISE DA SILVA

    Olá Alan, tenho cancer papilefero, e marquei cirurgia para o dia 23/11, refiz todos os exames, pois no ultimo deu alteração no TSH e T4, TSH baixo e T4 altissimo.
    Como entrei com o tapazol, pois tenho doença de graves também, refiz os exames e para minha surpresa meu TSH continua em 0,01 e o T4 em 1,0.
    Amanhã tenho consulta com o cirurgião novamente, mas será que podes me responder se há a possibilidade de cirurgia ou terei que novamente reavaliar até o TSH normalizar?
    Aguardo,

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá, Noelise.

      O Hipertireoidismo severo é visto como uma contraindicação à cirurgia. Provavelmente tudo vai depender do seu anestesista. Mas realmente, há um risco de marcarem a cirurgia para outra ocasião, após um melhor controle do TSH e T4. De qualquer forma, se puder retornar para nos dizer o que foi feito, eu ficaria agradecido.

      Obrigado pelo comentário e espero ter lhe ajudado!

  5. Alessandra

    Doutor, um tsh 6.3 e um t4 normal, pode ser considerado hipotireoidismo ? Sinto muito cansaço e falta de ar, além de vários outros sintomas. (faço tratamento para arritmia).

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá, Alessandra.

      Nós definimos um TSH alto com um T4 (livre) normal como Hipotireoidismo Subclínico, na maior parte das vezes. Em casos sintomáticos, como o seu, é comum que seja instituído o tratamento com Levotiroxina, por uma série de fatores: aumento do risco cardiovascular e maior chance de progressão para Hipotireoidismo propriamente dito são alguns deles.

      Porém, é importante que você seja avaliada por um bom clínico geral e/ou endocrinologista antes de fechar esse diagnóstico. A causa mais comum de aumento do TSH isolado é a doença autoimune da tireoide. Nesse caso, seu médico irá pesquisar anticorpos que possam estar envolvidos. É também importante excluir uma possível recuperação de outra doença ou infecção (que pode elevar TSH sem aumento de T4 livre), bem como excluir outras causas menos comuns desse caso (como resistência ao hormônio tireoideo e hipotireoidismo central com TSH biologicamente inativo).

      Sugiro que faça uma boa consulta e, se puder, retorne para me contar novidades!

      Um abraço e obrigado pelo comentário. Espero ter lhe ajudado. 🙂

      • Alessandra

        Olá doutor. Passei na consulta com o endócrino e ele me receitou Puran t4 25 mcg. Eu tomo Amiodarona 200 mg 2x ao dia , tem alguma interação entre esses dois medicamentos? A Amiodarona pode atrapalhar a ação do Puran?

  6. Mari

    Doutor meu exame deu TSH 0,01 mas o médico não pediu o T4.
    No teste ergométrico apareceu arritmia
    Fico exausta com qualquer atividade, inclusive caminhada e sempre fiz atividades físicas.
    Tenho muitos sintomas , estou com hipertiroidismo?
    Obrigada Mari

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá, Mari.

      Todos estes são sinais de Hipertireoidismo, sim. É importante fazer acompanhamento com um bom clínico geral ou endocrinologista, que poderá melhor avaliar a sua situação, encontrar a provável causa (etiologia) desses sintomas e a melhor conduta.

      Espero ter lhe ajudado!

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá, Rosana.

      Sim, esse valor está acima dos limites normais. O Hipotireoidismo pode causar aumento de peso, mas existem vários e múltiplos fatores que podem estar influenciando isso, como alimentação e atividades físicas. Sugiro que converse com um clínico geral, que poderá avaliar o seu caso mais de perto, procurar por outros sintomas de Hipotireoidismo e realizar exames adicionais como T4 Total e T4 livre, importantes nessa avaliação.

      Espero ter lhe ajudado e obrigado pelo comentário, Rosana!

    • Alan Niemies
      Autor do Artigo

      Olá, Raiana. Os valores, como você pode ter visto no artigo, costumam variar entre 0,5 e 5 mU/L. Portanto, o seu resultado provavelmente está dentro da normalidade.

  7. MARCIA FREITAS

    Ola, meu exame de hormonio deu t4 7,1 ug/dl e TSH 1,720 uUI/ ml, por favor me diga se esta normal . OBRIGADA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *